A primeira edição do concurso “Empresas mais saudáveis”, promovido pela empresa QuintilesIMS, levou a que, em três meses, 400 trabalhadores de oito entidades a operar em Portugal criassem hábitos de vida mais saudáveis. No total, perderam mais de 450 quilos de peso, registando-se ainda melhorias a nível cardiovascular e psicossocial. Os prémios, ontem atribuídos, destacaram nos primeiros três lugares o Grupo Holon (farmácias), a Philips e a SRS Legal (advogados) por terem melhores resultados.

O projeto distinguiu também Ricardo Carrilho, da Celtejo (celulose) como o “Colaborador mais saudável”, por ter conseguido perder oito quilos e reduzido a tensão arterial, colesterol, e Índice de Massa Corporal (IMC) . A Celtejo recebeu o prémio Dedicação e a Expanscience (laboratório) o prémio Liderança. Participaram ainda a McDonald’s, Groundforce e a Procalçado, que também apresentaram “excelentes resultados” em saúde. A iniciativa da QuintilesIMS pretendeu “testar o programa em empresas com diferentes condições e realidades, de vários setores e dimensões de modo a garantir que o mesmo poderia ser implementado de igual forma e que os resultados em saúde seriam atingidos”, explicou, ao JN, André Castro, responsável pelo projeto.

O ranking teve por base a ponderação entre os valores finais de saúde cardiovascular (pressão arterial, colesterol. glicemia, peso, IMC e frequência cardíaca) e psicossocial (incidência/prevalência de 20 sintomas como a ansiedade, tensão, stress, fadiga emocional e níveis de concentração). As avaliações foram realizadas por uma equipa de médicos cardiologistas e enfermeiros do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Por se tratar da primeira edição o número de empresas foi propositadamente reduzido, mas a próxima eleição, que se iniciará em outubro, está aberta a todas as empresas.